A Leucina é um dos 20 aminoácidos que as células do corpo humano utilizam para sintetizar proteínas, porém o organismo não o produz. Ela desempenha funções importantes no aumento das proteínas e atua como fonte de energia durante os exercícios físicos, aumentando a resistência e reduzindo a fadiga.

A Leucina é um dos aminoácidos de cadeia ramificada e tem uma habilidade única de estimular a síntese proteica muscular. Na verdade, a Leucina tem um impacto 10 vezes maior na síntese proteica que qualquer outro aminoácido. Então como a Leucina estimula a síntese proteica no músculo? Ela ativa um complexo no caminho anabólico chamado (mTOR). Pense como se mTOR fosse o sensor de aminoácido da célula, e ele é sensível às concentrações de Leucina.

mTOR é um dos reguladores de síntese proteica do corpo, um sensor de energia, de nutrientes e da disponibilidade de aminoácidos, especialmente Leucina. Quando a concentração de Leucina aumenta e os níveis de ATP estão altos, mTOR é ativado, e há um sinal de que a concentração de proteína é suficiente para síntese de músculo esquelético.

M-Tor Leucine 100g - Max Titanium

R$119,90
Esgotado
M-Tor Leucine 100g - Max Titanium R$119,90

A Leucina é um dos 20 aminoácidos que as células do corpo humano utilizam para sintetizar proteínas, porém o organismo não o produz. Ela desempenha funções importantes no aumento das proteínas e atua como fonte de energia durante os exercícios físicos, aumentando a resistência e reduzindo a fadiga.

A Leucina é um dos aminoácidos de cadeia ramificada e tem uma habilidade única de estimular a síntese proteica muscular. Na verdade, a Leucina tem um impacto 10 vezes maior na síntese proteica que qualquer outro aminoácido. Então como a Leucina estimula a síntese proteica no músculo? Ela ativa um complexo no caminho anabólico chamado (mTOR). Pense como se mTOR fosse o sensor de aminoácido da célula, e ele é sensível às concentrações de Leucina.

mTOR é um dos reguladores de síntese proteica do corpo, um sensor de energia, de nutrientes e da disponibilidade de aminoácidos, especialmente Leucina. Quando a concentração de Leucina aumenta e os níveis de ATP estão altos, mTOR é ativado, e há um sinal de que a concentração de proteína é suficiente para síntese de músculo esquelético.